Quinta do Monte

Há lugares maiores do que o nome que têm

quinta Do Monte: Os Espaços

Nas verdadeiras quintas há sempre espaços incontornáveis, como os estábulos, as hortas e as enormes cozinhas com um grande forno a lenha, onde as histórias se contam e os dias se vivem, intensos e saborosos.

Mas na Quinta do Monte, onde o cheiro a maresia se mistura com os sabores genuínos da serra, fomos um pouco mais longe e  acrescentámos um enorme salão de festas, um bar e sala de buffet, bem como amplas esplanadas com vista para as represas e para os extensos relvados. Claro que também existe a nora, os galinheiros, o palheiro e as cavalariças, assim como os pomares, as hortas e a altaneira capela com a sua deliciosa vista para o por do sol. A Quinta do Monte – Algarve não estaria, no entanto, completa sem a sua ensolarada piscina, o parque infantil, o grande parque de estacionamento e os frondosos jardins, ou sem o percurso de passeio pedestre desde onde se podem ir contemplando as várias espécies animais e vegetais bem características do Algarve.

Esta quinta de eventos, por ser muito próxima às praias de Altura e Monte Gordo, tem também o carisma característico do litoral algarvio, o que inspira a quem cá pernoita a sensação inegável de estar de férias.

Quinta do Monte: produções e animais

Como qualquer Quinta que preencha os requisitos de tal conceito, a Quinta do Monte fervilha de actividade agrícola e de uma animação só possível com a coexistência de muitos animais.
Entre a apanha das uvas, alfarrobas e frutas da época, há galinheiros dignos da realização de um reality show, éguas que alternam entre a calmaria dos pastos e passeios à praia, gatos teimosos e gansos altivos.
No meio das culturas, entre plantações e colheitas, chegam bandos de patos bravos que passado semanas se despedem e partem; há lebres que vêm petiscar sem licença; e dois cães, o Kenny e o Cookie, que brincam loucos sob o olhar atento do papagaio Kiko.
Também há pavões e patos, favas e medronhos; há histórias constantes, entre planos e sonhos.
Numa quinta vivida a vida é assim…